Versículo do dia
A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei.

Plano Municipal de Educação discute gênero e sexualidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

a“As questões de gênero e sexualidade fazem parte do cotidiano das escolas, por isso, discuti-las é importante não apenas para o sistema educacional de Feira de Santana, como também para a sociedade de um modo geral”. A avaliação é de Marcelo Santana, professor de Filosofia da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e um dos integrantes das Salas Temáticas da II Conferência Municipal de Educação, que prossegue até esta quarta-feira, 15, com a plenária final no Auditório Central da UEFS.

 

Inicialmente, a Conferência Municipal de Educação havia sido pensada a partir de 13 eixos, também chamados de Salas Temáticas. Na noite da última segunda-feira, 13, durante a votação do regimento interno, a plenária decidiu pela criação de mais um eixo – Gênero e Sexualidade.

 

“É importante a discussão da temática por que essa é uma demanda da sociedade. E a inclusão do eixo na revisão do PME, durante a votação do regimento, só reafirma o caráter democrático da construção do documento”, avalia Marcos da Silva da Rosa, presidente da Comissão de Acompanhamento, Avaliação e Adequação do PME.

OUTRAS NOTÍCIAS