Polícia Civil prende ‘pastor’ suspeito de série de assaltos

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de cometer pelo menos quatro assaltos no comércio do distrito de Sousas, em Campinas (SP). Segundo a corporação, Anderson Jefferson Tenório Alves, de 31 anos, se identificava como pastor para se aproximar das vítimas.

Os crimes teriam sido cometidos entre os dias 30 de dezembro de 2020 e 13 de janeiro de 2021 – no último, ele conseguiu escapar do cerco policial nadando depois de se jogar no Rio Atibaia.

A polícia conseguiu identificá-lo por conta de uma tatuagem que apareceu no circuito de segurança de um dos estabelecimentos que ele assaltou. Anderson foi preso nesta quarta-feira (3), em uma casa na cidade de Hortolândia (SP).

Anderson é apontado como autor de roubos em um posto de combustível, um salão de beleza e em duas lojas de uma galeria do distrito de Sousas. No seu último assalto, pegou 14 celulares e 10 relógios da vitrine da loja. Antes de fugir, ameaçou matar a comerciante caso ela acionasse a polícia.

De acordo com a Polícia Civil, Anderson sempre usava a mesma a mesma tática. Para intimidar as vítimas, realizava os crimes a mão armada e se disfarçava buscando parecer inofensivo para abordar os comerciantes.

O assaltante carregava um DVD em que aparece como pastor, além de uma credencial falsa de ministro do evangelho.

Segundo a Polícia Civil, parte das vítimas já fizeram o reconhecimento do criminoso, que já tinha, inclusive, passagem por tráfico de drogas.

G1- Foto: Reprodução/ EPTV

OUTRAS NOTÍCIAS