Versículo do dia
E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.

População reclama de buracos e crateras em rodovias estaduais

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Moradores de Feira de Santana estão atribuindo a Prefeitura Municipal uma responsabilidade que é do Governo do Estado: a manutenção da avenida Sérgio Carneiro, no bairro Santo Antônio dos Prazeres; e da Estrada Feira-São Gonçalo, no Tomba. Ambas são rodovias estaduais, portanto, de responsabilidade do Estado.

Transitar nestes locais tem sido um verdeiro desafio diário para as pessoas. A situação já foi informada oficialmente pela Prefeitura. Entretanto ainda não houve retorno quanto a previsão para solicionar os problemas. As reclamações são constantes nos canais de comunicação da Prefeitura.

A reportagem da Secretaria de Comunicação Social esteve no local para registrar a situação enfrentada por motoristas, motociclistas, ciclistas e transeuntes que necessitam tragefar diariamente por essas vias.

Na BA-502, a Estrada Feira-São Gonçalo, o trecho mais crítico é entre a entrada do CIS e o Terminal de Transbordo Central. Em alguns locais as crateras comprometeram todo um lado da pista, obrigando os motoristas a realizar manobras utilizando a pista contrária – entrando na contra-mão – e a via marginal.

“E a coisa fica muito pior em horários de pico. Praticamente trava tudo. São muitos buracos, alguns muito grandes, então causa a lentidão e o risco de acidentes porque é necessário desviar, ir pra outra mão, e ficar vulnerável a qualquer coisa”, declarou o comerciante Antônio Alberto Cerqueira, morador do conjunto Parque Viver.

Já na avenida Sérgio Carneiro a buraqueira tem obrigado motoristas a realizar manobras arriscadas utilizando o acostamento. O que torna o tráfego pelo local bastante perigoso, especialmente para motociclistas, ciclistas e pedestres. “Na semana passada uma moto atropelou uma bicicleta”, ressalta Jorge do Amor Divino, dono de uma mercearia na via.

Foto: Washington Nery

OUTRAS NOTÍCIAS