Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 06/02/2020

Prefeito Colbert Martins Filho participa simbolicamente do retorno às aulas das escolas da Rede Municipal de Educação

A escola Maria Antônia da Costa, no bairro Santa Mônica, e a creche Luzia de Almeida Souza, no Irmã Dulce, foram os dois educandários, entre os 206 mantidos pela Rede Municipal de Educação, escolhidos simbolicamente pelo prefeito Colbert Martins da Silva Filho, para dá início ao retorno da aulas do ano letivo de 2020.

 

Na manhã desta quinta-feira, 6, acompanhado do secretário de Educação Marcelo Neves, Colbert Filho distribuiu kits pedagógicos aos alunos destas duas unidades de ensino, operação que se estenderá às demais escolas da malha municipal, até o final do mês.

 

Os kits pedagógicos, distribuídos gratuitamente pela Secretaria Municipal de Educação, são compostos de itens e acessórios correspondentes às necessidades curriculares, à faixa etária, e a graduação escolar dos estudantes.

 

Para os alunos da educação infantil, a exemplo da escola Luzia de Almeida, o kit pedagógico é composto por uma mochila, fardamento, caderno para cartografia, lápis comum e de cor, borracha, apontador, cola branca, giz de cera, caneta hidrocor, massa de modelar, estojo, tinta, pincel, tesoura sem ponta e avental plástico.

 

Já os alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental, correspondente do 1º ao 5º ano, o material conta mochila, dois cadernos (um em brochura, outro para cartografia), lápis comum e de cor; apontador, cola branca, régua, estojo, giz de cera e tesoura sem ponta.

 

Também na Escola Maria Antônia da Costa, os alunos das séries finais do Ensino Fundamental, recebem dois cadernos universitários e um para cartografia, lápis preto, três canetas esferográficas nas cores azul, vermelha e preta; borracha, compasso escolar, apontador, calculadora, régua, transferidor, esquadros de 45 e 60 graus, e um estojo.

 

Ao fazer a distribuição do material escolar, o prefeito Colbert Filho estimulou os alunos a preservarem a estrutura física e o mobiliário das escolas, evitando sujar as paredes e não quebrando as carteiras.

 

Fotos: ACM