Versículo do dia
Mas a sabedoria que vem do alto é, primeiramente, pura, depois, pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade e sem hipocrisia.

Prefeito Colbert Martins manteve comércio funcionando, mas a questão das igrejas é com o Governo Estadual

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Desde o inicio da pandemia, as instituições evangélicas só podem realizar cultos com apenas 50 pessoas ou 20 % de sua capacidade da igreja, norma que atende as regras de distanciamento social.

Durante entrevista coletiva online na manhã desta segunda-feira (10), o prefeito Colbert Martins Filho manteve o comércio funcionando por mais duas semanas, porém e esclareceu posições sobre os cultos religiosos em Feira de Santana.

Com abertura de vários seguimentos do comércio, o Portal Cidade Gospel questionou ao gestor público sobre a situação das igrejas.

Essa restrição é do limite do Governo do Estado, em nenhum momento a Prefeitura limitou qualquer tipo de frequência aos cultos ou a igreja,” informou Colbert Martins.

Colbert mostrou-se a favor de um quantitativo maior de pessoas nos cultos, mas informou que a decisão não é dele. “Essa responsabilidade cabe tão somente ao Governo do Estado da Bahia,” enfatizou novamente.

No meu entendimento é hora de aumentar e flexibilizar sim, esse tipo de presença, mas guardando todos os cuidados,” finalizou.

A reportagem obteve a informação que um grupo de pastores pretende visitar o prefeito para fazer um pedido especial sobre as igrejas no município.

“Mediante a essas informações, isso pode trazer um desânimo para as lideranças, que pleiteiam a entrega de uma documento com protocolo,” relevou uma liderança religiosa.

Portal Cidade Gospel, com informações de Denivaldo Costa.

OUTRAS NOTÍCIAS