Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 30/01/2020

Prefeitura apresenta plano de intervenções para o trânsito da região do Centro de Abastecimento

A Superintendência Municipal de Trânsito apresentou durante reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico, na tarde de segunda-feira (27), o projeto das intervenções para o trânsito do centro da cidade, as quais devem ser iniciadas em fevereiro através da Superintendência Municipal de Trânsito- SMT, com o advento do Centro Comercial Popular, localizado em área próxima ao Centro de Abastecimento. Estiveram presentes na reunião, as instituições parceiras do projeto de requalificação do centro, como diversas autoridades e representantes de entidades de classe, além dos secretários municipais, do prefeito Colbert Martins Filhos e da imprensa.

 

A apresentação feita pelo Superintendente Municipal de Trânsito, Mauricio Carvalho, demonstrou as intervenções que serão realizadas no entorno da Praça do Tropeiro e do Centro de Abastecimento, e como vão modificar todo o trânsito, solucionando os problemas do tráfego da região. Dentre as ações estão planejados o recapeamento asfáltico, alargamento de ruas, além de toda a sinalização horizontal e vertical das vias. Dentre as quais receberão asfalto, as Ruas Juvêncio Erudilho, Manoel Matias e Manoel da Costa Ferreira terão cobertura asfáltica realizada pela SMT através de recursos oriundo das infrações.

 

Será implementado o sentido único em todas as ruas ao redor da Praça do Tropeiro, sendo assim, a Rua Juvêncio Erudilho fará binário com a Rua Manoel da Costa Ferreira, a Rua Manoel Matias fará binário com a Rua Porto velho, incluindo todas as suas transversais, que tomarão também formato de binário.

 

Foram apresentadas também sugestões para ações futuras, como forma de colaborar com o ordenamento cada vez mais eficaz e seguro do trânsito no centro da cidade. O superintendente Maurício Carvalho mencionou a necessidade da implantação da Zona azul, possibilitando uma maior rotatividade das vagas de estacionamento no trecho, além da necessidade de uma intensa e rigorosa operação de fiscalização, no intuito de fazer com que a sinalização seja respeitada por parte dos condutores nas ruas do entorno do Centro Comercial Popular.

 

Secom