Prefeitura doou 685 urnas funerárias a famílias carentes

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

1922015105057A dona de casa Celina Conceição da Cruz não gosta de recordar as horas de agonia quando teve que sepultar o marido, no ano passado. “A nossa família estava sem poder comprar o caixão. Batemos em algumas portas. Foi aí que alguém lembrou que a Prefeitura faz este tipo de doação”, lembra. E o problema foi resolvido.

 
No ano passado, a Prefeitura de Feira de Santana, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, doou 685 urnas funerárias para que famílias comprovadamente carentes sepultassem seus parentes. A de Dona Celina foi uma delas. Destas, metade foi destinada para crianças.

 

A Sedes também se responsabiliza pelo transporte do corpo até o cemitério, disponibiliza ônibus para levar as pessoas que desejam prestar a última homenagem ao falecido e faz a doação da cova. Para tanto mantém convênio com a AFAS (Associação Feirense de Assistência Social), entidade que administra o Cemitério São Jorge.

 

O corpo pode ficar no Cemitério São Jorge por até três anos. Depois deste período a família decide se compra o espaço ou transfere os restos mortais para outro local.

 

Para isso, os familiares deverão ir à Sedes, localizada no final da avenida Getúlio Vargas, e fazer a solicitação. Se a pessoa morreu na residência, os familiares deverão solicitar a emissão do atestado de óbito na Secretaria de Saúde.

OUTRAS NOTÍCIAS