Prefeitura vai solicitar medidas judiciais contra as empresas Rosa e São João

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Prefeito se reúne com secretários neste domingo para buscar solução

Atitudes precipitadas da Empresa Rosa estão prejudicando o transporte urbano, neste domingo, 22, em Feira de Santana. “Nós fomos surpreendidos e estamos reivindicando medidas judiciais que normalizem a situação”, disse o prefeito Colbert Martins.

Ele salientou que mensalmente tem repassado mais de R$ 1 milhão para as duas empresas, como antecipação de crédito de passagens e vale transporte, levando em conta a crise causada pela pandemia.

“O governo municipal não tem mais como injetar recursos financeiros, estamos no limite. As empresas também não podem descumprir os contratos, deixando a população sem o serviço. Estamos reunidos com vários secretários neste domingo, buscando soluções”, acrescentou o prefeito.

Colbert Martins ainda salientou que as medidas judiciais visam inclusive fazer retornar à Feira os 15 ônibus que a Empresa Rosa tirou da cidade durante a madrugada.

A fiscalização da SMTT (Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito) também apura a retirada de veículos da empresa São João.

Secom

OUTRAS NOTÍCIAS