Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 09/08/2019

Problema espiritual está por trás dos atentados a tiro nos EUA, dizem pastores

No último final de semana, 29 pessoas foram mortas nos Estados Unidos, vítimas de dois atentados a tiro em regiões diferentes, sendo um em El Paso, cidade do Texas que faz fronteira com o México, onde 20 morreram, e outro em Dayton, cidade de Ohio, onde 9 morreram.

 

O pastor e evangelista Greg Laurie comentou os atentados dizendo que eles são resultados de um contexto espiritual de pecado humano, mas também da ação direta do inimigo. “Este é um ato do mal, motivado pelo próprio Satanás”, disse ele.

 

“Realmente me parece que precisamos estar orando por um despertar espiritual em nossa nação, porque estamos vendo cada vez mais esses atos de violência e tantos outros problemas em nosso país também”, completou Greg.

 

O pastor Jack Graham também falou no último domingo (4), lembrando que não existe cenário sócio-político sem a influência do mundo espiritual. Ele ressaltou que o aumento da violência é um sinal profético dos últimos dias.

 

“Todos nós estamos envolvidos em algum tipo de batalha espiritual, uma guerra que está aumentando. Uma batalha que está ficando cada vez mais quente e previsível. De fato, a Bíblia nos diz que, nos últimos dias da história da humanidade, tempos difíceis e perigosos viriam”, disse ele.

 

O pastor Graham reconhece a necessidade de políticas públicas e que a ação do Estado é fundamental para prevenir tais atentados, mas ele enfatizou que a oração é indispensável e não pode ser esquecida, pois é a principal ferramenta de batalha espiritual.

 

“As pessoas até querem minimizar a oração. Mas a coisa mais importante que podemos fazer pelas pessoas agora é orar”, disse ele.

 

“Ore para que Deus os conforte. Ore por nossa comunidade. Ore pelas igrejas. Ore por despertamento espiritual. Ore por avivamento. Porque, se esta é uma guerra contra o próprio Satanás, então Deus nos prometeu uma vitória. E a vitória está em Cristo, só em Cristo”, acrescentou o pastor.

 

Contrariando a ideia de alguns, Graham também explicou que situações como essas expõem para o mundo a necessidade de salvação em Cristo, favorecendo a pregação do evangelho diante do caos gerado pelo próprio ser humano.

 

“Nunca houve uma época melhor para pregar o Evangelho do que agora. Contra o pano de fundo de toda essa violência, todo esse ódio, todo esse mal que vemos crescendo, as divisões políticas, a inquietação social que temos”, concluiu o pastor, segundo a CBN News.

 

Gospel +