PROCON visita distribuidoras de gás de cozinha diante de ameaça de desabastecimento

A Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) visitou distribuidoras de gás de cozinha, nesta quarta-feira (9), diante da informação de desabastecimento por parte da Refinaria Acelen. A iniciativa é para assegurar o direito do consumidor e constatar se existe alguma irregularidade na venda dos botijões.

No entanto, de acordo com o superintendente do Procon, Maurício Carvalho, a situação não se caracteriza desabastecimento, mas redução da quantidade repassada para as distribuidoras. Neste caso, o órgão recomenda que os consumidores adquiram somente a quantidade necessária para o uso regular.

“Pedimos que as pessoas fiquem tranquilas. Não há a necessidade de fazer estoque em casa. Em breve a situação será regularizada e pedimos que a população aguarde informações por parte da refinaria”, explica.

A autarquia da Prefeitura de Feira também emitiu recomendações para as distribuidoras em evitar a venda botijões em quantidade elevada. “A medida é para evitar que haja a possibilidade de venda terceirizada com o preço superior ao estabelecido”, destacou Maurício Carvalho.

O superintendente deixou claro ainda que não existe a possibilidade de aumento do preço por parte das distribuidoras, uma vez que a política de preços não aponta nenhum indicador para o reajuste. “Caso seja constatado alguma irregularidade será emitido um auto de constatação”.

*Prefeitura Municipal de Feira de Santana (Secom)

OUTRAS NOTÍCIAS