Programa FazAtleta abre inscrições para patrocínios em 2021

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Entre os dias 13 e 21 de maio, projetos de atletas e equipes esportivas podem ser apresentados ao Programa Estadual de Incentivo ao Esporte Amador do Estado da Bahia (FazAtleta). Os interessados devem enviar, em um único e-mail, cópias digitalizadas individualmente, identificadas e em formato PDF dos formulários preenchidos e assinados e dos demais documentos exigidos na Resolução n° 01/2021 do programa, para o e-mail [email protected] De acordo com a nova resolução, o programa volta a oferecer verba para a participação em competições, que estavam suspensas por causa da pandemia de Covid-19. Para este ano, o investimento previsto é de R$ 4,5 milhões.

O secretário executivo do Programa FazAtleta, Rodrigo Souza Faria, explica que o programa é destinado aos atletas amadores olímpicos e paralímpicos, nas modalidades olímpicas reconhecidas e cadastradas no Comitê Olímpico Brasileiro (COB). “Se a modalidade não for olímpica, não for reconhecida e não for cadastrada no COB, o atleta precisa apresentar ranking de nível mundial para ser patrocinado”, informou.

Ainda de acordo com Rodrigo, “o primeiro passo é ler a Resolução 01/2021, que está nos sites do FazAtleta, da Setre e da Sudesb, e montar o projeto de acordo com as diretrizes do programa. Isso é só a primeira janela de inscrição, agora em maio. No mês que vem, a gente abre outra e assim sucessivamente. Todos os meses a gente abre um período de inscrições de projetos”.

A Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), vinculada à Secretaria do Trabalho e Esporte (Setre), oferece apoio anualmente a cerca de 80 atletas e também a uma média de 13 eventos. “Esses atletas ganham um apoio, um patrocínio, para custear todas as despesas durante todo o ano de treinamento. O mais difícil hoje no esporte de alto rendimento é você custear suas despesas porque é caro, os equipamentos são caros, são caras as viagens para participar dos campeonatos nacionais, internacionais. Então, o FazAtleta possibilita o financiamento desse custo”, destacou Rodrigo.

Atletas feitos

Prestes a fazer 14 anos, Lízia Simões é patrocinada pelo FazAtleta há cerca de três anos e já acumula mais de 300 medalhas, a maioria de campeã. “A natação para mim virou um hobby que eu gosto muito de fazer. É um esporte que eu amo. O que eu mais gostei de ganhar foi o Campeonato Brasileiro de Maratonas. Eu acho que foi uma experiência incrível para mim. Tipo, muito bom mesmo. Eu gosto muito das competições Norte e Nordeste. As internacionais, infelizmente, a pandemia acabou atrapalhando, mas quando voltarem, estamos lá”.

A mãe de Lízia, Vânia Simões, fala da importância do patrocínio. “A gente precisa porque ele cobre plano de saúde, um técnico e dá uma bolsa atleta, que ajuda muito. Eu posso dizer que é um programa completo porque cobre toda a necessidade do atleta, principalmente as viagens, que eu acho que são o item mais caro, hospedagem, alimentação. Isso faz com que não desistam do sonho deles”.

Inscrição

A documentação completa deve ser encaminhada para [email protected], com o nome do proponente no campo ‘Assunto’. Não serão aceitas propostas submetidas fora do período estabelecido ou incompletas. Mais informações podem ser obtidas de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 16h, através do telefone (71) 3115-1642.

FazAtleta

Iniciativa do Governo do Estado, por meio das secretarias da Fazenda (Sefaz) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), o programa funciona através da concessão de abatimento no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que é concedido às empresas, situadas no estado da Bahia e que apoiam financeiramente projetos esportivos que são aprovados pela Comissão Gerenciadora do Programa.

É destinado para propostas enquadradas na categoria de Esporte Amador Olímpico e Paralímpico. Para 2021, o investimento previsto para o FazAtleta é de R$ 4,5 milhões. Os recursos podem ser utilizados no financiamento de equipamentos esportivos, remuneração para atleta, técnico e preparador físico, despesas com competição, entre outros elementos.

OUTRAS NOTÍCIAS