Público minúsculo na Marcha: “Quem não tem as manhas não entra não, sem ajuda de um profissional”, ironizou Tinga produtor de shows em Feira

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Foto reprodução- PCG

O coordenador de eventos que também atuou na Marcha para Jesus em várias edições, lamentou mas depois ironizou a divulgação do público no último sábado (30), em Feira de Santana (BA).

Depois de perceber que a previsão de 70 mil pessoas despencou para 10%, o produtor de shows evangélicos discordou e reduziu para 2 mil pessoas na sua visão profissional.

“Essa conta não fecha, 7 mil pessoas é muita gente na rua, não faz sentido. Já fiz divulgação da Marcha com atrações como: Kléber Lucas, Thalles Roberto, Fernandinho, Alice Maciel e Anderson Freire, todos com grande público”, frisou Valdison Rocha ao Portal Cidade Gospel.

“Se é para fazer para Jesus, aí que tem que fazer bonito e trazer atrações de peso, sempre foi assim”, pontuou Rocha ao radialista Denivaldo Costa.

O empresário informou que “tudo depende de fazer uma boa divulgação”, caso contrário a cada ano, “vai descer ladeira a baixo”.

Pastor Tinga

“O público foi minúsculo e não tem como esconder. Quem não tem as manhas não entra não, sem ajuda de um profissional”, ironizou Tinga que organizou na divulgação e contratação de cantores para o evento durante 4 anos.

O empresário frisou a importância de José Neto que sempre ajudou a Marcha nos diversos aspectos, além de frisar o carinho do ex- prefeito José Ronaldo que tinha o “coração aberto” e sempre investia.

As críticas no meio político, além das alfinetadas e comentários de internautas:

Deputado Zé Neto lamentou

Foto arquivo de 2014

“Depois daquele tratamento na reunião na associação de pastores, resolvi não participar, mas lamento, pois sempre ajudei na organização em vários aspectos”, disse o deputado federal José Neto.

Prefeito Colbert -Sem máscara
Quem não escapou das críticas foi o prefeito Colbert Martins que estava no meio do povo sem máscara, justamente na semana que ele anunciou o cancelamento da Micareta de Feira de Santana em decorrência da aumento de casos de Covid e a temeridade da varíola dos macacos.

Os internautas não perdoaram o médico que discursou em cima do trio. Segundo os especialistas, o chefe do Poder Executivo ofereceu pouco, diante de outros prefeitos em edições anteriores.

Humberto Cedraz – Comparou o evento a um estádio vazio
Na manhã deste domingo (31), o ex- deputado Humberto Cedraz disse que a Marcha foi a menor dos últimos tempos, pois acompanha há muitos anos.

“Sou bom em contar pessoas, pois me inspiro nas entidades de Segurança Pública que contam por metros quadrados “, explicou Cedraz ao radialista.

“Essa caminhada estava longe de 5 mil pessoas, parecia um público no estádio Joia da Princesa nos dias atuais do Fluminense. Estádio vazio, ruas vazias e eu tenho as fotos, inclusive com pessoas com retratos de um candidato a presidente, uma senadora e um candidato a governador que esteve no evento “, declarou o jornalista ao programa Silvério Silva.


“Deturparam o objetivo principal da Marcha e da evangelização, teve uma candidata ao senado que subiu em um trio”, denunciou Cedraz na rádio Sociedade.

Portal Cidade Gospel/ Denivaldo Costa

OUTRAS NOTÍCIAS