‘Respondo a 9 processos, não me preocupa se vier mais um’, diz vereador Edvaldo Lima ao criticar Papa

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

“Eu respondo a nove processos por ser contra . Não me preocupa, se vier a responder a mais um”. A declaração é do vereador Edvaldo Lima (MDB), ao criticar uma resposta do Papa Francisco, segundo ele favorável à “desconstrução da família”.

Francisco teria dito, em documentário, que os homossexuais são filhos de Deus, têm direito a uma família. É atribuída ao sumo pontífice ainda a seguinte frase: “Ninguém deve ser expulso ou ser infeliz por isso. O que temos é que criar uma lei sobre as uniões civis. Eu lutei por elas”. Para o vereador, que falou sobre o tema na sessão de ontem (26) da Câmara, o Papa está “contribuindo para o fim do mundo” e diz não entender “como um homem religioso e estudioso da Bíblia defende a união homoafetiva”.

Liderança evangélica em Feira, Edvaldo, cita orientações escritas no Livro Sagrado. “Deus criou o homem e a mulher para procriar. Homem com homem não gera filho, nem mulher com mulher. Se for assim, daqui a 20 anos não precisa mais ter escola porque não haverá mais criança”.

O vereador lembra que uma promotora de justiça pediu a condenação do pastor Márcio Feliciano por ele se posicionar contra a união homoafetiva. Convícto, afirma: “podem pedir minha condenação também, mas não serei a favor da relação homossexual”. Contrário a casamentos homoafetivos, ele diz que vai respeitar a todos, “mas antes de tudo vou continuar amando e cumprindo a palavra de Deus”.

OUTRAS NOTÍCIAS