Versículo do dia
Peça-a, porém, com fé, não duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento e lançada de uma para outra parte.

Restrição nos dias de funcionamento do Centro de Abastecimento e outros segmentos

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Novas medidas restritivas estão sendo adotadas pela Prefeitura de Feira de Santana no enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). Além da decisão de manter as atividades comerciais suspensas por mais uma semana, até o dia 15 – o novo Decreto assinado pelo prefeito Colbert Martins Filho determina novas restrições quanto a circulação do transporte público, funcionamento do Centro de Abastecimento, estabelecimentos da cadeia automotiva, dentre outras.

O Centro de Abastecimento, incluindo a Ceasa, passa a funcionar somente na segunda, quarta, sexta-feira e sábado, das 04h às 14h. As lojas de autopeças, oficinas, locadoras de veículos, concessionárias e revendedoras de veículos novos e usados em geral (automotores, caminhões e motocicletas) funcionarão na segunda, quarta e sexta-feira.

No período de validade do novo decreto – até 15 de junho – a circulação do transporte coletivo urbano no município ficará restrita até as 20h. Também ficam mantidas as restrições referentes a utilização do serviço por parte dos idosos que possuem direito à gratuidade tarifária, bem como aos estudantes beneficiários do Passe Estudantil, sendo vedada a utilização durante o período compreendido entre 06h e 08 da manhã e das 17h às 19h.

As barbearias e salões de beleza funcionarão apenas na terça-feira, quinta-feira e sábado. Outro segmento autorizado a funcionar, mas excepcionalmente nos dias 11 e 12 de junho em razão do Dia dos Namorados, são as floriculturas.

O novo decreto também recomenda aos edifícios e condomínios que restrinjam totalmente a utilização de suas áreas de lazer e entretenimento, quadras esportivas, academias de ginástica, piscinas e outros equipamentos afins, que sejam de uso coletivo e/ou provoquem aglomeração de pessoas. O texto recomenda ainda que os condomínios intensifiquem as ações de limpeza, higiene, prevenção, conscientização e informação do coronavirus.

 

Secom

OUTRAS NOTÍCIAS