Versículo do dia
E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento e ao teu próximo como a ti mesmo.

Reunião define ordem de exibição no horário eleitoral

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

downloadEm reunião conduzida pelo juiz Eleitoral Alfredo Santos Couto, titular da 17ª Zona Eleitoral, representantes de partidos políticos e de veículos de comunicação definiram o plano de mídia para as eleições deste ano.

 

Um sorteio definiu a ordem de exibição das propagandas de acordo com os partidos e coligações.

 

As emissoras de rádio e televisão têm até o dia 17 de agosto para informar à Justiça Eleitoral o endereço para a entrega do material de veiculação. No plano de mídia ficou estabelecida também a frequência e os horários em que as propagandas eleitorais podem ser exibidas.

 

Às segundas, quartas e sextas-feiras serão veiculadas propagandas para candidatos a Governador, Deputado Estadual e Senador.

 

Já às terças, quintas e aos sábados os candidatos à Presidente e Deputado Federal podem exibir a campanha. O tempo de duração de cada propaganda é estipulado proporcionalmente ao número de representantes que os partidos têm na Câmara dos Deputados, conforme determinado na Lei das Eleições (Lei 9.504/97).

 

O Juiz Alfredo Couto permitiu aos representantes das empresas de comunicação e de partidos políticos compartilhar as suas opiniões e, quando necessário, estabelecer possíveis acordos, desde que não ferisse a legislação. O horário eleitoral gratuito na televisão e no rádio tem início em 19 de agosto e poderá ser veiculado até o dia 2 de outubro, no primeiro turno e, a partir de 48 horas da proclamação dos resultados, até o dia 24 de outubro, se houver segundo turno.

 

OUTRAS NOTÍCIAS