Versículo do dia
Confessai as vossas culpas uns aos outros e orai uns pelos outros, para que sareis; a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.

Saiba quais hábitos podem prejudicar a sua saúde bucal

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

saudeoralA alimentação inadequada e o estresse provocado pela vida moderna são alguns dos fatores que mais prejudicam a saúde bucal. Provocado pela tensão emocional e pelo fechamento inadequado da boca, estima-se que o bruxismo – hábito de apertar e ranger os dentes – atinja 15% da população. O problema provoca fortes dores de cabeça, desgaste dos dentes e distúrbios da articulação têmporo-mandibular – ATM (articulação próxima do ouvido).

 

O desgaste dos dentes pode chegar a atingir o nível da gengiva. Em alguns casos levando até a perda do elemento dental e a degenerações permanentes da ATM. “Os sintomas mais comuns dessas alterações são zumbido e dor na região próxima do ouvido, dores de cabeça, enxaquecas e, em alguns casos, estalidos articulares e vertigens. O diagnóstico diferencial deve ser feito em conjunto pelo Otorrinolaringologista, Neurologista e Cirurgião Buco-Maxilo-Facial”, explica o cirurgião buco maxilo facial Dr. Alessandro Silva.

 

A saúde bucal também pode ser comprometida com a utilização de drogas de uso mais freqüente atualmente, como os antidepressivos, o lítio e os medicamentos imunossupressores. Todos podem provocar grandes danos à boca e à dentição e seu uso deve ser acompanhado de consultas periódicas ao dentista. Nesses casos, a higiene oral deve ser mais reforçada.

 

Outros prejuízos à saúde podem ser provocados pelo abusivo apelo estético da sociedade. Disfunções como a bulimia, por exemplo, provocam o desgaste do esmalte e a erosão dos dentes em razão dos ácidos estomacais que, durante os vômitos auto induzidos, passam pela boca. Os dentes ficam com uma aparência gasta e amarelada.

 

Dicas para manter a saúde bucal

 

A higiene bucal é a melhor forma de manter a saúde da boca. Use sempre uma escova macia depois das refeições. O uso do fio dental diariamente também é recomendado. Exames e limpeza dos dentes e remoção das placas bacterianas devem ser freqüentes e podem ser necessários durante o tratamento de vários problemas bucais e dentais. A visita ao dentista deve acontecer pelo menos uma vez por ano.

 

Evite o fumo e o álcool e alimente-se de forma saudável. É recomendável diminuir o consumo de açúcar, sal e gorduras, assim como condimentos e alimentos ásperos e ácidos. Beba bastante água.

 

“De uma forma geral evitem os excessos e o uso de dispositivos que podem trazer traumatismos a sua boca. Os excessos de qualquer forma devem evitados, principalmente na alimentação. Evite o consumo excessivo de alimentos ácidos, evite o consumo desnecessário de medicamentos. Quanto menor for a exposição a ingredientes prejudiciais, melhor será a qualidade bucal”, recomenda o especialista.

OUTRAS NOTÍCIAS