SAMU registra mais de 1,6 mil acidentes com motociclistas somente neste ano

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Não uso do capacete e equipamentos de proteção estão entre os fatores de agravamento

Ultrapassagens indevidas, pilotar sob efeito de bebidas alcoólicas e avanço do sinal vermelho são algumas das principais causas de acidentes envolvendo motos em Feira de Santana. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) registrou somente neste ano 1.641 motociclistas acidentados, 39 ocorrências a menos em comparação ao mesmo período do ano passado.

Apesar disso, segundo a coordenadora do SAMU, Maíza Macedo, acidentes envolvendo motociclistas continuam sendo as principais ocorrências atendidas pelo órgão.

“Alguns pilotos não são habilitados e o quadro clínico do paciente é agravado porque dirigem sem capacete ou não usam o equipamento de maneira correta. Existem capacetes que não possuem a proteção da mandíbula, o que aumenta as chances de um trauma de face e cranioencefálico, outros traumas ocorrem na extremidade do corpo que envolvem membros superiores e inferiores”, explica.

A coordenadora destaca que ações de orientação e sensibilização são realizadas pelo SAMU para evitar acidentes entre os condutores. “Destacamos sempre a combinação perigosa de álcool e direção. Se o motorista respeitar as regras de trânsito teremos menos fatalidade”.

Secom

OUTRAS NOTÍCIAS