Seduc adota medidas que permitem atendimento a estudantes com mais qualidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

A Prefeitura de Feira de Santana, por meio da Secretaria de Educação, está colocando em ação o planejamento estratégico para um possível retorno às aulas de forma híbrida ou presencial. Para isso, os serviços de manutenção das escolas estão sendo intensificados.

Procedimentos para realização do processo licitatório para a aquisição de uniformes e kit escolares aos 51.722 estudantes da Rede Municipal de Educação estão sendo concluídos.

“Para adquirir os materiais necessários ao atendimento dos estudantes, a gestão pública precisa fazer o planejamento a médio e longo prazo, viabilizar o processo de licitação que muitas vezes é burocrático e finalmente adquirir que os itens mais importantes vão chegar a cada uma das 206 escolas municipais”, pontua a secretária de Educação, Anaci Paim.

Apesar do período pandêmico, o governo municipal continua investindo na Educação para atender aos estudantes e oferecer as aulas no modo não presencial. A estrutura para o retorno presencial deve estar preparada para receber os alunos quando os índices de contágio pela Covid-19 estejam controlados e a grande maioria dos trabalhadores em Educação esteja vacinada.

Inicialmente, planejou-se um retorno híbrido, com possível revezamento entre grupos de estudantes a fim de garantir a segurança dos estudantes e profissionais da Rede.

“Estamos fazendo um planejamento com antecedência para garantir que todas as ações sejam colocadas em prática sem erros de continuidade. É um processo de organização e de gestão o mais eficiente possível”, afirma Anaci.

Uniforme Escolar

No caso dos uniformes escolares, que terão a licitação iniciada no próximo dia 8, os itens de farda só serão distribuídos quando as aulas forem retomadas no modo presencial. As peças são essenciais para identificar os estudantes do município, além de atender a uma necessidade social das famílias.

A professora explica que a entrega da farda é “seguramente uma comodidade que ofertamos às famílias, pois esta é uma despesa significativa com a qual as famílias deixam de arcar”, defende.

Todos os 51.722 estudantes da Rede receberão o uniforme completo, cuja composição varia de acordo com o ano escolar e a faixa etária. Para garantir a higiene e as medidas de segurança, serão distribuídas duas camisas por estudante.

Por adotar ainda medidas de médio e longo prazo, a licitação do uniforme conta com uma margem para atender a 55 mil estudantes. O objetivo é incluir novos estudantes que ingressem na Rede, já que a matrícula no ano letivo de 2021 ocorrerá no próximo mês.

Devido à pandemia, o ano letivo em curso ainda é o de 2020 cujas atividades serão encerradas em julho próximo. A perspectiva é que as atividades letivas de 2021 sejam iniciadas em agosto.

FOTOS TIRADAS ANTES DA PANDEMIA

Foto: Andreyse Porto/ Arquivo

OUTRAS NOTÍCIAS