Sem ser convidado, deputado de Feira é taxado de penetra em reunião evangélica; restou saída à francesa

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Foto reprodução redes sociais

Um deputado de Feira de Santana foi apontado de ser penetra em uma reunião evangélica para pastores no final do mês passado.

Questionado pelo repórter Denivaldo Costa, os pastores Edson Melo e Ricardo Barbagelata não entenderam quem convidou o deputado Zé Neto, já que a reunião era somente para líderes evangélicos.

“Não é uma reunião, um aniversário de 15 anos, uma festa de casamento que vai com convite e mesmo que a gente faça uma reunião da associação, você só vai, se receber o convite”, explicou Melo no último sábado (9), na rádio Cidade FM.

“Quando eu era adolescente, eu dizia que eu iria em uma na festa de fulano ai uma pessoa me indagava: você foi convidado? ou é penetra?” comparou um dos convidados do programa.

“Se eu vou à festa e não sou convidado, eu sou penetra”, disparou novamente o líder da Associação de Ministros Evangélicos ( AME) Feira .

O repórter perguntou novamente: O deputado Zé Neto não foi convidado?

Veja o vídeo

“Ele não é pastor, não teve convite para políticos”, respondeu na hora Barbagelata, esclarecendo que o vereador Valdemir é pastor.

O reverendo explicou que o convite foi para os pastores apresentarem os projetos e ideias sobre a Marcha para Jesus 2022.

Questionado porque o parlamentar saiu indignado da reunião, o líder religioso disse desconhecer os motivos, e que só o parlamentar do PT poderia explicar.

Indagado se fosse o prefeito, se seria tratado da mesma forma, Edson ponderou. Já o vice da (AME) disparou em seguida: “Também não foi convidado”.

Até a  publicação da matéria, não  conseguimos o contato com parlamentar para comentar as declarações dos lideres evangélicos

Portal Cidade Gospel

 

OUTRAS NOTÍCIAS