Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 09/04/2019

Setorização de ambulantes é definida no Centro Comercial Popular

A setorização de vendedores ambulantes que serão relocados para o Centro Comercial Popular já está sendo definida pelo Governo do prefeito Colbert Martins Filho e acelera o processo para inauguração do equipamento, prevista para o mês de julho. A definição dos espaços por área de atuação comercial foi apresentada aos futuros permissionários pela Secretaria Municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Settdec) e por representante do Consórcio Feira Popular S/A.

 

Os comerciantes ambulantes que ocupam espaços em vias públicas na avenida Senhor dos Passos e ruas Marechal Deodoro e adjacências serão instalados no segundo pavimento do novo entreposto comercial, que atuará tanto no atacado quanto no varejo. Ficarão alojados estrategicamente por setores de produtos comercializados, fortalecendo assim o comércio e transformando o local num pólo comercial de diversos segmentos.

 

O secretário do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Settdec), Antônio Carlos Borges Júnior, apresentou aos feirantes os modelos de boxes que serão colocados à disposição para implantarem seus comércios, com mais conforto e segurança, possibilitando assim ampliar e dinamizar seus empreendimentos, como já acontece em outros centros comerciais exitosos espalhados por grandes centros comerciais do país.

 

Antônio Carlos Borges Júnior voltou a reafirmar o compromisso de isenção das taxas por ocupação dos equipamentos pelos vendedores ambulantes durante os três primeiros meses, como forma de contribuir para que durante este período se adequem ao novo espaço.

 

A apresentação do projeto de setorização foi conduzida pelo empresário Elias Tergilene, representante do Consórcio Feira Popular S/A. Ele tirou dúvidas dos participantes da reunião e sugeriu propostas que deverão impulsionar e fortalecer o comércio no local.

 

Nos próximos dias, o Consórcio vai disponibilizar duas arquitetas para assessorar gratuitamente os futuros permissionários no ordenamento e estilização de seus boxes.

 

Em seguida, nova reunião foi realizada com os vendedores ambulantes instalados no calçadão da Sales Barbosa, que apresentam outro perfil diferente das demais ruas da cidade e, justamente por isso, deverão ocupar outro setor do Centro Comercial Popular, a exemplo do que também deverá ocorrer com os comerciantes de artesanato.

 

Secom