Versículo do dia
A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira.

Silas Malafaia defende Cassiane após clipe polêmico: “Ela tem uma vida exemplar”

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Nesta quinta-feira (23), pastor Silas Malafaia defendeu a cantora Cassiane após a repercussão de um clipe que aborda a violência contra a mulher.

O clipe original de “A Voz” foi lançado na semana passada pela MK Music, mas a gravadora decidiu reformular o vídeo e lançou uma nova versão no domingo (19) após receber inúmeras críticas do público que acusou o clipe de romantizar a violência doméstica.

Em um vídeo publicado em suas redes sociais, Malafaia elogiou a carreira da artista e disse que ela tem uma vida exemplar. Ele também chamou a primeira versão do clipe de “infeliz” por trazer apenas uma abordagem espiritual, mas lembrou que muitas vezes só a denúncia não basta.

“De fato o vídeo foi infeliz porque faz apenas uma abordagem espiritual, quando a coisa tem que tomar atitudes de denúncia. Agora, interessante é que muita gente esquece da abordagem espiritual e faz apenas a outra abordagem.”

Diante dos comentários feitos sobre o clipe, a cantora Cassiane decidiu se pronunciar nas redes sociais. A artista contou que foi atacada na internet por causa do vídeo de “A Voz”, que fala sobre a mudança do agressor por meio da fé. Ela disse que as pessoas foram insensíveis, mas sabe que Deus a conhece. Além disso, a pastora da Assembleia de Deus em Alphaville, em São Paulo, ressaltou ser a favor da denúncia.

Malafaia comentou a reação nas redes sociais e lembrou que a cantora tem mais de 30 anos de carreira.

“Querem crucificar a Cassiane por causa de um vídeo que foi mal colocado. Sabe o que está acontecendo hoje? As redes sociais estão vivendo de momentos. Explode, estoura e esculhamba com a história de uma pessoa por causa de um erro. Cassiane tem mais de 30 anos na música evangélica. A garota tem uma vida exemplar, nunca se misturou. Nunca misturou o santo com o profano, como alguns famosinhos aí fazem e ainda recebem aplausos. E uma meia dúzia de crentes linguarudos que falam de um momento errado para crucificar a história de uma pessoa. Vão lavar sua boca”, ressaltou.

O pastor ainda fez críticas às pessoas que atacaram Cassiane e disse que a cantora continua tendo seu apoio.

“Cuidado quando você abrir a boca para atingir a honra de uma pessoa, para falar mal de uma pessoa. Pense bem. Não vamos destruir a vida, a reputação de uma pessoa (…) Cassiane, você continua tendo meu apoio. Você é uma mulher de Deus, que tem uma história linda na Igreja Evangélica brasileira (…) Cuidado quando você abrir a boca para falar, para criticar. Porque o que tem de gente com dor de cotovelo no nosso meio, que não pode ver uma pessoa abençoada. Que tem uma língua peçonhenta para falar mal”, destacou.

A VOZ

Roteirizado pela diretora artística da gravadora, Marina de Oliveira, o clipe aborda a violência doméstica, algo presente em grande parte dos lares do Brasil. Nas cenas, uma mulher apanha e tem o dinheiro roubado pelo marido, que sofre de alcoolismo. Em resposta a uma seguidora, Marina explicou as mudanças e disse que acrescentou cenas explícitas de denúncia da mulher e prisão do homem. Ela disse que acredita na transformação de vidas.

Aliado à nova versão, a MK Music convocou seus seguidores a entrarem em uma campanha contra esse tipo de violência. A gravadora divulgou o telefone 180, que pode ser usado para denunciar esse crime. O número já havia sido divulgado com a primeira versão do clipe. O serviço é grátis e o denunciante tem sua identidade preservada.

Fonte: Pleno News

OUTRAS NOTÍCIAS