Versículo do dia
Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos confins da terra, nem se cansa, nem se fatiga? Não há esquadrinhação do seu entendimento.

Silas Malafaia e Valdemiro Santiago têm dados vazados por grupo de hackers

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Os dados do pastor Silas Malafaia foram divulgados na internet no dia 4 de junho, pelo grupo de hackers Anonymous. Entre as informações expostas estão números de cartão de crédito, endereço, telefone, data de nascimento e CPF.

Os invasores ainda tentaram doar uma quantia de R$ 10 mil da conta de Malafaia para o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, mas a operação não chegou a ser concluída.

O perfil no Twitter AnonCyber, que seria integrante do grupo Anonymous e teria feito a transferência do dinheiro usando os dados do pastor, confirmou que a operação não foi concluída.

O grupo também acusou o líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) de receber dinheiro de fiéis em sua conta pessoal e chegou a publicar um boleto. Através de uma rede social, Silas disse que tudo será descoberto e acusou o grupo de forjar mentiras.

“CANALHAS ! Os esquerdopatas forjaram mentiras dizendo q dinheiro doados vieram para minha conta . Rackearam dados meus. Só atuam contra quem ñ é do viéis da esquerda. EM NOME DE JESUS VOCÊS VÃO SER DESCOBERTOS . AGUARDEM !”, escreveu Malafaia no Twitter.

O pastor alega que os números de cartão de crédito que estão circulando pela internet não são dele e nem de seus familiares e que as únicas informações verdadeiras são seu endereço e CPF.

“Um troço de amador, não sei nem se são esses caras (do grupo Anonymous) mesmo”- comentou Malafaia.

Os hackers ameaçaram também enviar compras para a casa do pastor, mas ele afirma que até o momento não recebeu nada ou sofreu qualquer prejuízo financeiro em decorrência da exposição de seus dados.

Outro pastor evangélico também foi alvo do grupo. A mesma página compartilhou, na noite desta terça-feira, um comprovante de doação no valor de R$ 2.450,00, para a Legião da Boa Vontade (LVB), em nome de Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus. Valdemiro ainda não comentou sobre o caso.

Fonte: O Globo e Pleno News

OUTRAS NOTÍCIAS