SMS registra baixa procura por exames de mamografia

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Quase 100 mil mulheres (99.896) realizaram exames de mamografia gratuitamente em Feira de Santana nos últimos quatro anos – entre 2013 e 2016, através dos programas de Atenção à Mulher da Secretaria Municipal de Saúde. O número ainda é considerado abaixo do ideal. O índice referente ao público prioritário alcançado pelo município foi de 0,21 em 2016, o que corresponde a 21,53% da população feminina com 50-69 anos. O quantitativo estabelecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 70%.

 

A secretária municipal de Saúde, Denise Macarenhas, observa que durante o período foram realizadas campanhas de conscientização e mutirões coordenados pela SMS. Mas ainda há uma procura muito baixa pelo exame. “Nós dispomos do serviço o ano inteiro, e não há filas para o atendimento. Estamos trabalhando para melhorar o nosso índice e esperamos que as mulheres procurem mais por este exame, que é fundamental para a saúde delas”, ressalta.

 

Do número total, no período de quatro anos, foram examinadas 46 mil mulheres na faixa dos 50 aos 69 anos, que é definido como público prioritário pela Organização Mundial de Saúde (OMS). As mulheres na faixa etária de 30 a 50 anos também tiveram uma presença expressiva: cerca de 48 mil realizaram a mamografia. Dentre as idosas com mais de 70 anos, mais de 6 mil foram examinadas no período. Já para o público na faixa de 11 a 30 anos, foram realizados 66 exames.

 

Se comparado ao município Vitória da Conquista, durante os anos de 2013 a 2015, cerca de 14 mil mulheres foram examinadas, já em feira de Santana mais de 36 mil exames foram realizados , durante o mesmo período, o que representa um aumento de 62%.

 

A coordenadora do Departamento de Atenção a Saúde (DAS), Nayara Aguiar, explica que durante o mês de outubro, por conta do movimento Outubro Rosa, a procura pelo exame aumenta. Mas durante os outros meses do ano, as vagas sobram. Na rede pública de saúde, os locais que disponibilizam o exame são: CMDI, CEPARH, HDPA, e IHEF.

OUTRAS NOTÍCIAS