STF suspende autorização para igreja fazer cultos presenciais mesmo com alta de mortes e casos de Covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, suspendeu uma liminar que autorizava uma igreja protestante a funcionar, mesmo com as restrições impostas pela quarentena em Pernambuco. Os responsáveis pelo templo, que fica em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, entraram na Justiça para manter atividades presenciais, apesar do aumento de casos e mortes por Covid-19.

A decisão foi tomada nesta segunda-feira (22). Nela, o ministro Luiz Fux também determinou que seja notificado com urgência o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), responsável pela decisão que autorizava a igreja a funcionar em meio às restrições.

A permissão anterior, concedida pelo desembargador Alexandre Guedes Alcoforado Assunção, foi resultado de um mandado de segurança impetrado por Arthur de Araújo Neves Neto, pastor responsável pela igreja Família 61. A decisão não autorizava as atividades presenciais de outras igrejas no estado.

Nesta segunda-feira, Pernambuco registrou mais 677 casos de Covid-19 e 37 mortes de pessoas com a doença, totalizando 331.326 infectados pelo novo coronavírus e 11.698 óbitos

G1 PE – Foto- José Cruz/Agência Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS