STJ vai decidir pedido de prisão contra o padre Robson do Santuário Pai Eterno

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O ministro Benedito Gonçalves do Superior Tribunal de Justiça (STJ) vai decidir se acolhe ou não o pedido de prisão preventiva contra o padre Robson de Oliveira Pereira, do Santuário Pai Eterno, em Trindade/GO solicitado pela Polícia Federal.

O advogado do padre, Cleber Lopes, de Brasília, já fez uma contra-representação no STJ questionando o pedido,mas ainda não apresentou um habeas corpus para o religioso.

Padre Robson é alvo de uma investigação do Ministério Público desde ano passado por suspeitas de lavagem de dinheiro de doações feitas por fiés à paróquia. No inquérito ele é denunciado por organização criminosa, apropriação indébita, falsidade ideológica e prejuízos de mais de R$ 100 milhões à Associação Filhos do Pai Eterno.

Padre Robson nega ter desviado o dinheiro destinado para a construção da nova basílica em Trindade para compra de bens.

Fonte SBT News-reprodução/YouTube

OUTRAS NOTÍCIAS