Taxistas que precisam realizar transferências dos veículos para seus nomes reclamam da demora em conseguir atendimento

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Foto divulgação

A situação dos taxistas que adquirem veículos em nome de terceiros e querem realizar a transferência da propriedade dos carros para seus nomes, mas não conseguem, foi tema de discurso realizado pelo vereador Edvaldo Lima (MDB) na Câmara na segunda (29). De acordo com o vereador, há quase um ano o procedimento não está sendo feito na Secretaria de Transportes e Trânsito (SMT).

“São muitos taxistas, pais e mães de família, que adquiriram os táxis em nome de outras pessoas e precisam realizar a transferência dos veículos para seus nomes, só que eles não estão conseguindo. Há uma lei que obriga o cidadão a realizar a transferência, mas os processos estão emperrados na secretaria há mais de 12 meses. Vou dar um prazo para o secretário autorizar as transferências desses profissionais”, disse.

Segundo Edvaldo Lima, um requerimento será encaminhado ao secretário Saulo Figueiredo para que ele encaminhe para a Câmara uma explicação sobre a demora na realização das transferências. “A secretaria precisa tomar uma posição, pois já se passou mais de um ano. Vou dar 15 dias para o secretário resolver esse problema, senão vou entrar na justiça”, afirmou.

Os taxistas, de acordo com o vereador, realizam um serviço essencial na cidade, e estão sendo “pisoteados pela Secretaria de Transporte”. Disse ainda que se o prefeito Colbert Martins Filho tivesse conhecimento dessa situação, já teria resolvido. “Mas não levei pra ele sabe por que? Porque é a pasta que precisa resolver isso, é o secretário que tem a obrigação de resolver o problema. Se o secretário não tem competência, aí é outra questão. Mas essa Casa não pode ficar de braços cruzados esperando uma resposta dessa secretaria”.

Secom

OUTRAS NOTÍCIAS