Teste para HIV deve ser feito 15 dias após provável exposição ao vírus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O teste rápido para detecção do vírus HIV, ou exame sorológico, deve ser feito 15 dias após a relação sexual, período denominado pelos especialistas de ‘janela imunológica’ do HIV, que é o tempo compreendido entre a data da provável infecção e o início da produção de anticorpos específicos pelo organismo.

 

O prefeito Colbert Martins Filho, médico por formação, explica que durante a janela imunológica, os exames não detectam a presença destas proteínas que atuam na defesa do organismo contra corpos estranhos. “Daí a conversa inicial entre o interessado e o especialista, a avaliação de risco, que analisa a necessidade ou não do teste naquele momento”, ressalta.

 

“Não adianta se submeter ao teste no dia seguinte da relação sexual com uma pessoa que esteja com o vírus, porque o organismo ainda não está produzindo a sua defesa”, explica a coordenadora do Centro de Referência Municipal IST/HIV/Aids de Feira de Santana, Emanuele Jacobina.

 

O resultado será negativo – ou falso negativo, caso a pessoa esteja infectada. Neste caso, ela é orientada a voltar duas semanas depois para que o teste seja repetido. Caso dê positivo, é encaminhada imediatamente, caso aceite, para consultas com especialistas, que o orientação sobre os medicamentos.

 

Os testes rápidos, cujos resultados são apresentados em 15 minutos, estão à disposição nas unidades de saúde – os enfermeiros forma treinados para realizá-los.

 

Secom

OUTRAS NOTÍCIAS