Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 02/08/2019

Usuário de drogas armado com faca rouba celular de pastor da Universal durante culto

Um pastor da Igreja Universal do Reino de Deus teve seu celular roubado durante uma reunião em uma filial da denominação em Barueri, na Região Metropolitana de São Paulo.

 

O caso foi registrado na última segunda-feira, 29 de julho, na filial localizada na Estrada Velha de Itapevi, em Barueri. As testemunhas afirmaram que o assaltante é um rapaz conhecido por ser dependente químico.

 

De acordo com informações do portal local WebDiário, o usuário de drogas estava orando com os outros fiéis presentes à reunião, quando mudou de comportamento, demonstrando agitação.

 

Segundo relatos das testemunhas, ele deixou seu assento e voltou minutos depois, portando uma faca que teria pego na cozinha do templo. Em seguida, passou a fazer ameaças ao pastor, pedindo o dinheiro do dízimo.Quando conseguiu chegar à sala da tesouraria, onde o dinheiro havia sido guardado, se assustou com a presença de obreiros no recinto, e assim, desistiu de levar o dinheiro. No entanto, ao sair da sala, roubou o celular do pastor e fugiu correndo.

 

A Polícia Militar foi acionada por volta das 18 horas pelos fiéis. Uma viatura da 1ª Cia do 20° Batalhão atendeu ao chamado e fez rondas pelas ruas vizinhas ao templo, mas não encontrou o suspeito.

 

Quando chegaram à Universal, os PMs Osmar e Cesário obtiveram dos fiéis algumas fotos do rapaz, e ampliaram as rondas. Posteriormente eles conseguiram localizar o rapaz, já durante a madrugada da última terça-feira, próximo a um terminal de ônibus do Jardim Silveira, bairro vizinho ao templo.

 

Quando viu a viatura, o assaltante se comportou com nervosismo, e os PMs o abordaram. Sob efeito de drogas, ele ainda estava com a faca roubada do templo, mas já havia vendido o celular roubado do pastor.

 

A identidade do rapaz, de 20 anos, foi mantida em sigilo após ele ser levado à Delegacia de Barueri e autuado por roubo. Ele já possuía passagem anterior pela polícia, pelo mesmo crime, quando era menor de idade, e agora será mantido preso à disposição da Justiça.

 
Gospel +