Velozes e Furiosos 7 supera todas as expectativas e fatura US$ 143 milhões

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

76762-3Já era esperado que ’Velozes e Furiosos 7‘ seria um sucesso de bilheteria, mas nem os especialistas mais otimistas conseguiram prever o tamanho da real arrecadação do filme em seu primeiro fim de semana.

 

Inicialmente, a previsão é que o filme poderia chegar a US$ 115 milhões nos três primeiros dias. Depois, a Universal aumentou as expectativas para US$ 125 milhões — após o filme arrecadar incríveis US$ 67,3 milhões apenas até o fim de sexta-feira (3).

 

Mas o sucesso foi ainda maior: Em exibição em 4.004 salas de cinema dos Estados Unidos e Canadá, o filme alcançou a incrível marca de US$ 143,6 milhões no final de semana de estreia.

 

Com o valor, a ação bateu o recorde de maior abertura da história para o mês de abril, maior estreia de 2015 e 9ª maior abertura de todos os tempos nos EUA!

 

O recorde anterior do mês de abril pertencia a ‘Capitão América: O Soldado Invernal‘, que havia arrecadado US$ 95 milhões neste mesmo fim de semana no ano passado.

 

O filme de maior sucesso da franquia era ‘Velozes e Furiosos 6‘, que arrecadou US$ 97 milhões em sua estreia, há dois anos (24 de Maio de 2013).

 

Velozes e Furiosos 7’, o primeiro blockbuster de 2015, deve bater novos recordes já que tem um mês livre de concorrência até a estreia de ‘Vingadores: Era de Ultron’ em 1º de maio.

 

No longa, Deckard Shaw (Jason Statham) quer vingança contra Dominic Toretto (Vin Diesel) e sua família após a morte de seu irmão.

 

Dirigido por James Wan, de ‘Jogos Mortais‘ e ‘Invocação do Mal‘, ‘Velozes e Furiosos 7′ é uma das mais esperadas estreias do ano, além de ser o último filme de Paul Walker, que morreu na época das filmagens. Para dar prosseguimento às gravações, paralisadas durante quatro meses, o ator foi substituído por seus irmãos Caleb e Coby Walker nas últimas cenas. O filme tem roteiro assinado por Chris Morgan e Gary Scott Thompson. Os produtores revelaram que a franquia irá continuar, mesmo após a morte de Paul Walker.

 

Renato Marafon, Cine Pop

OUTRAS NOTÍCIAS