Versículo do dia
Mas todos nós, com cara descoberta, refletindo, como um espelho, a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória, na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.

Vereador critica coordenação da 3ª Ciretran

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Em pronunciamento na tribuna da Casa da Cidadania, nesta quarta-feira (22), o vereador Ewerton Carneiro – Tom (PEM) apresentou denúncias contra a 3ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Feira de Santana.

 

O edil disse que muitos motoristas em Feira de Santana estão sendo prejudicados com o prazo de entrega do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). De acordo com Tom, após o pagamento, os proprietários de veículos têm que aguardar 15 dias para receber o referido documento. Ele informou também que, se a solicitação for por meio de despachante, o motorista só recebe o CRLV com 30 dias.

 

O vereador fez questão de ressaltar que, segundo portaria 223/16, do Departamento Estadual de Trânsito do Estado da Bahia, os agentes dos órgãos executivos de trânsito, dentro de cada circunscrição, para efeito de lavratura de auto de infração, somente deverão exigir o porte obrigatório do CRLV, do ano em curso, após 30 dias corridos, a contar da data do documento bancário que comprove a quitação dos débitos, conforme previsto em lei.

 

No entanto, o edil alertou que sem o CRLV em mãos, o motorista não pode viajar para outro estado, mesmo com o comprovante de pagamento do documento. “A fiscalização vem e prende, como eu vi aí os pátios cheios de veículos apreendidos”, disse.
Tom pediu o apoio da imprensa na divulgação da matéria. “Não podemos aceitar a vontade de um diretor da 3ª Ciretran querer mandar em tudo, botar o cabresto onde não deve colocar cabresto. E falo com muita tranquilidade aqui, nada contra a pessoa, é um homem de bem, agora eu não posso aceitar que ali venha a ser um órgão direcionado pela sigla PT”, queixou-se, acrescentando que não pode aceitar que o povo seja maltratado.

 

Na sequência, o edil denunciou que a 3ª Ciretran também não está disponibilizando a autorização para o motorista que deseja fazer junto ao Inmetro alteração das características originais do seu veículo. “Há 30 dias que em Feira não faz isso, só faz em Salvador”, reclamou, cobrando providências por parte do coordenador do referido órgão, Silvio Dias.

 

As informaçõe são da Ascom

OUTRAS NOTÍCIAS