Vereador diz que entrará com representação no MP contra SMT

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

11102013081647Em pronunciamento na tribuna da Casa da Cidadania, nesta semana (14), o vereador Edvaldo Lima (PP) voltou a criticar a Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) pela aplicação de mais de 50 mil multas de trânsito no primeiro semestre de 2015.

 

Para o edil, muitas multas foram aplicadas de “forma irresponsável” e, por conta disso, 17 mil condutores de Feira de Santana estão sendo notificados pelo Departamento de Trânsito da Bahia (Detran) com cartas informando sobre o processo de suspensão das suas Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH). Ele informou que podem perder o direito de dirigir aqueles motoristas que somaram 20 pontos na carteira.

 

“Foram 17 mil profissionais multados pela Superintendência Municipal de Trânsito: trabalhadores, motoristas de ônibus, taxistas, carreteiros, você que é proprietário terá que entregar sua Habilitação”, lamentou Edvaldo Lima, afirmando que o Governo do Município está cometendo uma imoralidade e um desrespeito para com a população.

 

O oposicionista acrescentou: “a salvação é que o vereador Edvaldo Lima não vai deixar por menos, eu já mandei o jurídico fazer uma ação coletiva para suspender a irresponsabilidade deste Governo Municipal, que age com ganância para encher os cofres públicos de dinheiro, ele manda multar até os carros que estão dentro das garagens. Agora, vai pagar um preço alto a população de Feira de Santana. Mas estou entrando no Ministério Público e já mandei o advogado fazer uma representação contra a SMT, contra as 17 mil multas que estão atormentando a vida da população”, afirmou.

 

As informações são da Ascom.

OUTRAS NOTÍCIAS