Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 12/08/2019

Vereador repudia proposta do Governo Estadual de presidio em Feira

A proposta do Governo Estadual de construir um presídio onde funcionava a Fundação de Apoio ao Menor de Feira de Santana (Famfs) foi repudiada pelo vereador Edvaldo Lima (PP) durante a sessão ordinária desta segunda-feira (12), na Câmara Municipal de Feira de Santana.

 

O parlamentar afirmou estar preocupado com a postura do governador da Bahia – Rui Costa (PT) – e rejeitou a proposta da construção de uma nova penitenciária na cidade. “Nós precisamos de hospitais, precisamos de policlínicas estruturadas, nós precisamos de educação, governador. Não traga presídio para Feira de Santana”, clamou.

 

Edvaldo enfatizou a importância da Fundação para os jovens da cidade, concordando com o posicionamento do prefeito Colbert Martins em não autorizar a construção da penitenciária.

 

“ A Famfs tem um papel importante para o Município e não podemos deixar morrer. Ela ampara os jovens da nossa cidade. Transformar a Fazenda do Menor em presídio, eu me preocupo. O Governo não precisa construir presídios e sim prédios escolares e hospitais”, pontuou Edvaldo.

 

E continuou. “Feira de Santana não comporta mais presídio. Respondendo a Nery, que disse que não se constrói presídio na lua: na lua não se constrói não, mas faz flutuantes, no meio do mar. Lá tem lugar suficiente. Faz como a Petrobras: fica no meio do mar. Mas, em Feira de Santana não. E eu parabenizo o Município por levantar a voz contra essa proposta. Mas, todos sabem que não é Rui Costa quem governa Feira de Santana e todos sabem quem governa a cidade”, disse.

 

Edvaldo lembrou que o Governo do Estado retirou a ajuda que dava à Famfs, “Vamos agendar uma audiência pública para discutir a questão da Famfs”, garantiu.

 

Com informações da Ascom