Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 26/03/2019

Vereadora denuncia salários atrasados de funcionários do HGCA

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta terça-feira (26), na Casa da Cidadania, a vereadora Neinha (PTB) levou ao conhecimento de todos que os funcionários do Hospital Geral Clériston Andrade estão há três meses sem receber salário.

 

 

Neinha relatou que indo para a Câmara nesta manhã, ouvindo rádio, lhe chamou a atenção uma matéria sobre a falta de médicos na cidade. “Lembro-me de médicos que saíram de Feira para fazerem residência em outras cidades. Médicos não são encontrados em prateleiras de supermercados; medicina ainda é uma profissão que precisa de muito estudo e eles podem escolher aonde querem trabalhar. Por isso, os médicos têm o meu respeito. Deus abençoe a vida dos 26 que saíram de nossa cidade e espero que eles voltem para cuidar de nós”, disse.

 

E continuou. “Mas, na rádio falava da empresa terceirizada que atua no Hospital Geral Clériston Andrade. O hospital hoje é todo terceirizado. Será que três meses sem pagar salário aos funcionários é bom? São pais e mães com salários atrasados. Chamo atenção do Ministério Público, Defensoria Pública para tomarem uma atitude. São pessoas que não têm como manter suas famílias porque não estão recebendo seus proventos”, alertou.

 

A edil chamou a atenção dos funcionários do hospital. “Abram os olhos, pois não podem continuar trabalhando sem receber salários. Se fosse no Município, a notícia já estava na mídia e os funcionários se mobilizando, mas como é no Estado ninguém fala nada. Governador e Secretário Estadual de Saúde tomem providência com o que está acontecendo no HGCA. Quem trabalha precisa ser respeitado e pagar suas contas. Como será que estes funcionários estão hoje?”, questionou.

 

Para finalizar, a edil pediu ajuda da Justiça em Feira. “Atenção Justiça: precisamos de sua ajuda. Feira de Santana continua na mesma mazela: emprega pessoas e não paga. Ninguém quer falar sobre essa empresa, mas esta vereadora fala, pois fui eleita para lutar em prol do povo feirense’, findou.

 

Ascom