“Vi que era a pior pessoa do mundo”, diz Guilherme de Pádua sobre crime há 30 anos

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O ex-ator e agora pastor Guilherme de Pádua resolveu gravar um vídeo para pedir perdão aos familiares da atriz Daniella Perez, assassinada por ele e a sua então esposa Paula Thomaz, em 1992. A gravação foi dirigida à Glória Perez e ao ator Raul Gazolla, mãe e marido de Daniella na época, respectivamente.

“Talvez eu nunca tenha uma oportunidade real de pedir perdão. Por isso, Gloria Perez, eu te peço perdão por todo o sofrimento que te causei. Jamais esqueci daquele encontro na carceragem, nunca esqueci”, diz Guilherme de Pádua no vídeo.

O ex-ator lembrou do momento em que se encontrou com Raul Gazolla, horas após o assassinato de Daniella. Os dois chegaram a se abraçar. Na ocasião, os investigadores ainda não haviam concluído que Guilherme e Thomaz tinham sido os autores do crime que chocou o Brasil.

“Raul Gazolla, eu te peço perdão, nunca esqueci do dia que fui chamado na delegacia, você estava lá e se arrastou até mim, me abraçou chorando. Ali vi que era a pior pessoa do mundo”, diz Guilherme na gravação.

Gospel +

OUTRAS NOTÍCIAS