Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 27/06/2019

“Virá um novo tempo na nação brasileira”, diz pastor dos EUA sobre avivamento espiritual

O Brasil não vive uma mudança apenas no cenário político e cultural de forma abrangente, mas também no religioso, e de maneira específica, há um avivamento em curso, segundo alguns pastores e missionários, preletores do evento “The Send”, realizado em Orlando (EUA) em fevereiro desse ano.

 

O Brasil sediará a próxima edição do The Send em 2020, no Estádio do Morumbi, em 8 de fevereiro, e pelo menos 65 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente na última quarta-feira (19). Em apenas cinco horas todos foram esgotados! Foi necessário criar uma lista de espera para os próximos.

 

O pastor brasileiro Teófilo Hayashi, líder do movimento Dunamis, comenta no vídeo promocional do The Send Brasil sobre a expectativa para o evento. Ele lembra do que sentiu ao fazer uma pregação para os cristãos do país, e como isso lhe impactou.

 

“Então o microfone chegou na minha mão, eu comecei a falar, mas era como se o Espírito Santo me envolvesse de tal maneira que alguma coisa surge dentro de mim. Eu fugi do script”, disse ele, segundo informações do portal Guiame.

 

“Virá um novo tempo na nação brasileira, onde a Igreja vai começar a invadir as ruas. O avivamento que começa com o despertar dos santos, vai continuar com a colheita dos perdidos, mas vai culminar numa transformação de sociedade”, destaca o pastor, que também é formado em Psicologia pela

Liberty University (EUA).

 

Para o pastor americano Andy Byrd, o Brasil será um berço missionário, de onde enviará líderes, pastores e evangelistas para outros países. “É tão evidente que Deus está levantando o Brasil como um catalisador nesse momento histórico”, disse ele, que é um dos líderes da JOCUM no Hawaii.

 

“Quando nós formos para o Brasil no The Send, eu creio que será para ver um mover do Espírito Santo se espalhar do Brasil para os confins da Terra. Nós vamos ver missionários e evangelistas enviados a partir daquele lugar”, concorda Daniel Kolenda, do ministério Cristo para todas as Nações (CfaN).
Gospel +