Versículo do dia
Porque o que me achar achará a vida e alcançará favor do Senhor.

Votação dos candidatos evangélicos baianos chama atenção

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

urna-eletronica-eleicoesO quadro da bancada evangélica na Assembleia Legislativa da Bahia continua estável, mas houve uma diminuição quando são somados os representantes eleitos para representar o estado no Congresso Nacional, em descompasso aos dados registrados a nível nacional.

 

Contudo, o diferencial das eleições anteriores e motivo que causou impacto nos bastidores do meio político foram as votações expressivas recebidas por postulantes que são ligados ao segmento. Para o legislativo estadual, Pastor Sargento Isidório (PSC) foi o segundo mais votado do estado com 123.234 votos ou 1,80% dos votos.

 

O político só ficou atrás do presidente da Assembleia, deputado Marcelo Nilo (PDT) que obteve 148.690 votos. O social cristão, fundador da Fundação Dr. Jesus que cuida de pessoas em recuperação da dependência química e que leva onde vai a Bíblia Sagrada, classificou sua eleição como um milagre divino.

 

“Eu não tive santinhos, nem rádio, nem TV, a conquista da vaga foi providencial, um milagre”, garantiu.

 

Somam a ele na ala evangélica da Assembleia Ângela Souza (PSD), Carlos Ubaldino (PSD), José de Arimateia (PRB), Sidelvan Nóbrega (PRB) e o Pastor Manassés (PSB), que realiza trabalho semelhante ao de Isidório. Todos os seis, juntos, arrebanharam mais de 400 mil votos.

 

Tribuna da Bahia.

OUTRAS NOTÍCIAS