Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 15/10/2019

Zagueiro Neto conta seu testemunho de fé: “Estar aqui é maior do que ser campeão”

Em 28 de novembro de 2016 um acidente com o time de futebol da Chapecoense que viajava para um jogo na Colômbia tirou a vida de quase todos os membros da equipe, incluindo jogadores e técnicos, após a queda do avião que transportava o grupo. O zagueiro Neto foi um dos seis sobreviventes do acidente que vitimou 71 vidas naquela noite, às 21h58 no horário local.

 

Desde então Neto, que já conhecia a Cristo antes do acidente com o time da Chapecó, aprofundou ainda mais a sua intimidade com Deus, se tornando uma espécie de embaixador da fé cristã no mundo esportivo. Seu último testemunho ocorreu na igreja Cathedral International em Londres, no domingo (29/09).

 

“Estar aqui falando da minha história para vocês é muito maior do que ser campeão, porque essa é uma vitória eterna. O Senhor olhou para mim, e o que estou fazendo aqui hoje é obra da mão Dele”, disse Neto, ao lado de Willian, jogador do Chelsea e da seleção brasileira, que também é evangélico.

 

“O Senhor ama o ser humano como ele é, mas Ele não ama tudo o que você faz. Por esse amor tão grande, Ele nos molda. Eu lembro do Neto que eu era antes de conhecer Jesus, e vejo o quanto Ele me moldou. Mas primeiro Ele me amou do jeito que eu era”, completou o jogador.

 

Neto falou que após o acidente, já no hospital, acordou dizendo que “Deus esteve o tempo todo comigo”, mesmo não lembrando de nada do que havia acontecido. Ele revelou que durante o período que ficou desacordado, teve uma experiência sobrenatural com o Senhor.

 

“Esse tempo que eu fiquei em coma, eu estava tendo um sonho com Deus. É como se eu estivesse fora do planeta, flutuando no universo, e Deus não era igual a mim”, disse o jogador, segundo o Guiame.“Eu lembro que Ele era um ser que não tinha um corpo igual ao meu, e me sustentava sem colocar as mãos. Ele não tinha braços e pernas, Ele era diferente. Ele tinha todas a cores misturadas, era um ser muito maior que eu”, completou.

 

 

Gospel +