Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 31/07/2014

Bispo Macedo publica “agradecimento aos inimigos” e ironiza críticas à Igreja Universal por conta do Templo de Salomão

62278-2O bispo Edir Macedo reagiu às críticas feitas à construção do Templo de Salomão e à Igreja Universal do Reino de Deus e publicou em seu blog um artigo de “agradecimento aos inimigos” da denominação.

 

O texto, escrito pelo pastor Sidney Silva, lista entre os críticos, desde veículos de comunicação até líderes de outras igrejas evangélicas, que ao longo do tempo apontaram práticas da Universal como duvidosas.

 

“Quero por meio desta carta agradecer aos meios de comunicação Rede Globo de Televisão, Folha de São Paulo e Revista Veja; aos críticos de gravata; aos mentores da prisão do bispo Macedo; aos cantores que tentaram denegrir a Universal e o bispo Macedo com suas letras de “músicas”; àqueles que mentiram ao nosso respeito; aos jornais que venderam notícias contra a Igreja; e aos locutores que usaram suas vozes por minutos, e até horas, durante semanas, semeando suas mentiras aos seus ouvintes. Agradeço ainda àqueles pregadores que usaram seus púlpitos e programas para vacinar o seu povo contra a Universal”, diz o texto.

 

A ironia alcança ainda, de forma indireta, o apóstolo Valdemiro Santiago, fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus e dissidente da Universal: “Agradeço ainda àqueles que se rebelaram contra este ministério e saíram, levando consigo a terça parte das estrelas, mostrando que, de fato, o Senhor Jesus ama esta Obra. Ele até permitiu que tudo isso acontecesse para limpar e purificar a Sua Santa Obra”, escreveu o pastor Silva.

 

A resposta às críticas feitas à denominação por conta da construção da réplica do Templo de Salomão, ao custo de R$ 680 milhões, seguiu a mesma linha indireta: “Agradeço também àqueles que atiraram pedras a esta Obra, porque com tais pedras o Espírito Santo nos deu condições de construir grandes igrejas. Tudo isso nos leva a ver que a Igreja Universal é bem-aventurada”.

 

A inauguração do megatemplo erguido pela Igreja Universal deverá ocorrer no próximo dia 31 de julho. O bispo Macedo – que será o único a discursar na ocasião – convidou a presidente Dilma Rousseff (PT) para o evento, assim como dois mil pastores de outras igrejas evangélicas.