Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 19/05/2016

Ex-prefeito é condenado por fraude em show gospel

1O ex-prefeito da cidade de João Neiva, Espírito Santo, Luiz Carlos Peruchi (PMDB), que comandou a cidade entre 2005 e 2009, foi acusado de fraudar um contrato de licitação para ter no município uma apresentação da cantora gospel Ludmila Ferber.

 
O Ministério Público Estadual (MPES), comprovou que ele fracionou o cachê de R$ 20 mil da artista irregularmente.

 
Como existia um teto de R$ 8 mil, ele fez dois empenhos no valor de R$ 5 mil e R$ 15 mil. O juiz responsável pela ação concluiu que o evento “não trouxe nenhum benefício para a população, nem contribuiu para a exploração turística do local”. Portanto, a Vara Única do município condenou Peruchi a três anos de detenção, além do pagamento de uma multa no valor de R$ 31.680.

 
Peruchi disse que ainda não foi notificado oficialmente, mas que irá recorrer. Justificou que, por ser uma artista de renome nacional, “fiz acontecer o show”.

 
Afirmou ainda: “Considero absurda essa decisão da Justiça. João Neiva tem uma grande população evangélica que merece ser contemplada pelo setor público. Eles precisam ter o seu espaço. Se houve falhas na contratação, eu não sei, até porque o prefeito não participa de todos os processos de contratação”.

 
O ex-prefeito diz ser “lamentável que a Justiça tenha chegado a este parecer, de não considerar um show gospel de utilidade pública”. Candidato a eleição este ano, Peruchi alega que “me parece uma decisão política… Me considero ficha limpa”.

 
GOSPEL PRIME