Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 09/03/2015

Inédito no país, teste rápido detecta chikungunya e dengue em 20 minutos

31Com algumas gotas de sangue será possível fazer uma rápida detecção dos vírus chikungunya e dengue nas unidades de saúde pública da Bahia. Isso porque será implementado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), a partir de quinta-feira (12), em Salvador, um teste rápido para descoberta dessas doenças, através de um sistema de leitura acoplado a um smart reader, espécie de smartphone específico para a função.

 

De acordo com Marco Collovati, médico italiano e presidente da empresa carioca idealizadora do exame, a Bahia é o primeiro estado a receber o teste de rápida detecção de chikungunya e dengue. O resultado é dado em 20 minutos.

 

“Coloca umas gotas de sangue em um recipiente semelhante a um sabonete de plástico. Dentro dele tem uma fita especial que passa por vários tratamentos químicos e tem uma “janelinha”. O teste é considerado positivo se aparecer duas linhas nessa “janelinha”, conta Collovati. “Depois é que esse recipiente é a coplado ao smart reader. Nas primeiras 24 horas da dengue, por exemplo, que é quando o paciente apresenta muita febre, podemos descobrir se ele está com a doença, porque esse teste identifica uma proteína no sangue que indica se a pessoa está com dengue”, acrescenta o médico.

 

Tanto o exame quanto o aparelho não serão vendidos ou disponibilizados diretamente para o público. Eles vão ser utilizados somente nas unidades da rede pública, como forma de acelerar o diagnóstico das doenças e agir rapidamente sobre elas.

 

O médico explica que, além de detectar as doenças, o smart reader permite incrementar a leitura do teste, listando os principais sintomas e transmitindo essas informações em tempo real para a central de dados da Bahia. “Estas informações vão ajudar a identificar onde a epidemia está começando, para fazer ações direcionadas aos lugares certos”, explica Collovati.

 

Ainda segundo o médico, inicialmente estarão disponíveis na rede pública até 100 aparelhos, mas não há detalhes se todos serão implantados imediatamente ou gradativamente. A Sesab ainda não tem detalhes de quando o teste estará efetivamente funcionando no interior do estado.

 

Fonte: G1