Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 10/11/2014

Jogadores do Bahia admitem que o rebaixamento está perto

1Após a derrota por 3×0 para o Goiás, ontem, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, o otimismo não esteve presente em todos os trechos do discurso dos jogadores do Bahia, que já começam a admitir a proximidade do rebaixamento à Série B. “Está muito próximo. Mais uma vez o time voltou apático, voltou no sono. Foi mais um vacilo nosso”, disse o volante Uelliton.

 

“Agora temos cinco jogos e não podemos pensar nem mais em empatar. Era um jogo de suma importância e não soubemos aproveitar. Temos que tomar vergonha na cara. Se continuar desse jeito, vamos acabar caindo”, completou o jogador na saída do gramado. O lateral Guilherme Santos também fez uma auto-crítica.

 

“Precisamos nos impor um pouco mais. Estamos tendo chances e não estamos fazendo nossa parte. Temos que deixar de falar muito e jogar com determinação. Temos que deixar de muita moda”, avisou o jogador.

 

“A gente vai lutar até o fim. Se for pra ir pra última rodada, vamos”, prometeu o lateral. “Enquanto houver chance matemática, vamos lutar”, reforçou o volante Rafael Miranda.

 

O Bahia volta a campo no domingo, às 16h, contra o Corinthians, na Fonte Nova. Depois pega, na sequência, Criciúma, Atlético-PR, Grêmio e, na última rodada do Brasileirão, Coritiba.

 

O meia Marcos Aurélio foi vetado antes da partida contra o Goiás. Ele sofreu um trauma na costela. O jogador será reavaliado hoje. Com a semana toda para treinar, o técnico Gilson Kleina ganhará um reforço para o jogo contra o Corinthians. O atacante Maxi Biancucchi volta a ficar à disposição após cumprir suspensão.

 

Com apenas 31 pontos de 99 possíveis, o Bahia é o vice-lanterna do Campeonato Brasileiro, posição que ocupa há três rodadas. O tricolor não vence há oito jogos e está na frente apenas do Criciúma, que tem 30 pontos.

 

Correio